Quais os riscos de investir em P2P Lending e como evitá-los

Quais os riscos de investir em P2P Lending e como evitá-los
Gostou então Vote!

É sabido por todos os investidores que qualquer tipo de investimento possui os seus riscos, e por se tratar de uma plataforma de empréstimo coletivo e por ser algo bastante novo no mercado financeiro brasileiro, nem todos sabem quantificar quais seriam os riscos de investir em P2P Lending.

O primeiro passo é procurar por uma empresa confiável e com credibilidade no mercado. Procure saber opiniões de outros investidores e se terá um bom retorno de colocar o seu dinheiro nas ações da empresa. No P2P a empresa funciona apenas como uma mediadora entre o empreendedor e o investidor, de forma que as taxas sejam menores.

Inicialmente este tipo de financiamento se mostra ser o melhor negócio, mas ainda assim, é extremamente interessante investigar quais os riscos de investir em P2P. Veja aqui tudo o que precisa saber para que você possa fazer um negócio consciente e de sucesso.

Principais riscos de investir em P2P e como evitá-los riscos de investir em peer-to-peer

O principal risco do P2P é a inadimplência: saiba como lidar com ela

Ao procurar por uma empresa que possa mediar o negócio, a primeira característica que se deve notar é como está a inadimplência dos que pediram um empréstimo através dela. As taxas de não pagamento de parcelas deve ser baixo, ou seja, não deve passar dos 5% nas empresas menores.

Geralmente as plataformas que fazem o peer to peer lending fazem uma análise de crédito bem cuidadosa e com bastante rigor. Os empreendedores se aplicam no site da empresa e somente após aprovadas, os investidores podem decidir aplicar o seu dinheiro no negócio oferecido.

Uma vez que o negócio através do peer to peer acontecer direto com o empreendedor, caso a taxa de inadimplência aconteça de ser muito alta, em casos extremas pode ocorrer do seu empréstimo não trazer retorno algum. Isso porque não há uma financeira ou órgão do governo por trás da negociação, então a segurança de retorno é bastante agressiva.

O peer to peer ainda é novo no Brasil, o que faz com que não tenha uma regulamentação por aqui, a segurança é exatamente o critério bastante específico de seleção de projetos e análise de crédito. O que mais preocupa os investidores é exatamente a maneira que acontecerá o retorno do que foi aplicado.

Esse tipo de risco cria dúvidas de como e para onde o dinheiro está sendo direcionado, por isso, saiba mais a seguir.

Afinal, para onde o meu dinheiro está sendo direcionado?

Após escolher uma plataforma confiável e que pode garantir um bom retorno, é hora de decidir em quem você irá investir. Estará disponível para você uma série de empreendedores e o seu respectivo ramo de negócio. Antes de investir, busque analisar atentamente as informações e conheça bastante sobre quem você irá investir.

Investir o seu dinheiro sem saber para onde ele vai, pode causar muita insegurança em vários investidores. No entanto, a maioria das plataformas que oferecem a ferramenta peer to peer, permite que você acompanhe de perto como o seu dinheiro está sendo usado e qual o retorno que ele está te dando, incluindo a taxa de inadimplência do empreendedor em questão.

Além disso, o retorno através dos empréstimos coletivos costuma ser extremamente superior aos que precisam de uma financeira como mediadora. Sendo as taxas menores e o retorno maior, é interessante que o seu investimento seja diversificado. Isso quer dizer que caso aconteça de não receber as parcelas do empréstimo ou o ramo não estiver em alta no mercado, continuará com um lucro satisfatório.
Quais os riscos de investir em P2P Lending

Como evitar os riscos de investir em P2P lending?

Sabendo um pouco mais como funciona o P2P, sobre os seus riscos e para onde o seu dinheiro será direcionado, pode ser que você esteja se fazendo as seguintes perguntas: esse tipo de investimento vale mesmo a pena? Como fazer para evitar os riscos?

Como dito anteriormente, o segredo para fazer um negócio inteligente nas plataformas é exatamente a diversificação do investimento. Nunca invista em uma empresa só e nem mesmo em um só ramo. O mercado financeiro é muito volátil e, ao fazer isso, pode ser que você não consiga recuperar o seu patrimônio.

Ao fazer estratégias financeiras e de aplicação, o investimento pode valer muito a pena, principalmente com os retornos a longo prazo. Para que isso aconteça, basta que você faça uma gestão de todo o seu patrimônio e crie estratégias de investimento em diversos projetos, criando um portfólio sólido e com grandes chances de sucesso.

Procure aumentar o seu conhecimento sobre os ramos que está investido e em como gerir o seu retorno, para que o seu capital esteja sempre em movimento. É importante que nenhum ramo investido seja mais do que 5% do seu portfólio. Dessa maneira, cada vez mais estará aumentando os seus lucros e abrindo um leque de possibilidades em novos investimentos.



Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.