Tipos de financiamento e crédito para pequenas e médias empresas

Tipos de financiamento e crédito para pequenas e médias empresas
Gostou então Vote!

Crédito para pequenas e médias empresas

Estar sempre a par de tudo que envolve o crédito para pequenas e médias empresas é fundamental para todo empreendedor enquadrado nessa categoria empresarial. Pois no cotidiano de uma empresa, muitas situações que necessitam de financiamento podem chegar sem avisar.

E se você não tiver dinheiro extra em caixa, para suprir essas necessidades repentinas, é bem provável que você fique endividado ou recorra ao empréstimo para pequenas e médias empresas ofertados pelos bancos e instituições.

Pensando justamente nisso, resolvemos preparar especialmente este artigo, que irá mantê-lo ciente dos tipos de financiamentos e as instituições financeiras que fornecem crédito para pequenas e médias empresas.

Tipos de crédito para pequenas e médias empresas

Existem várias formas usadas pelas instituições financeiras para custear as empresas. Sendo que todas elas são criadas com a finalidade de se adequar perfeitamente as necessidades momentâneas do empresário no que diz respeito a necessidade do crédito para a empresa. Abaixo estão algumas das mais aderidas opções de financiamento.

Ressaltando que estas são apenas as mais notáveis e não as únicas formas de conseguir crédito para pequenas e médias empresas, visto que cada banco ou agência do Governo que atua nesse ramo conta com o seu pacote de opções.

Cheque especial – sendo um tipo de crédito fornecido em situações em que o empresário precisa de dinheiro rapidamente, os juros cobrados nessa modalidade são bem altos. Por isso, essa opção deve ser escolhida se não houver nenhuma outra alternativa de conseguir crédito para a empresa.

Destacando que apesar de apresentar juros altos, estes são pagos em poucos dias, o que pode ser uma vantagem.

Conta garantida – esta forma de financiamento de crédito para empresas, assemelha-se bastante com o cheque especial, onde a diferença marcante entre os dois reside nos juros cobrados, pois diferentemente do cheque especial, a conta garantida cobra juros um pouco mais baixos.

Leasing – Com a finalidade de fornecer crédito para a compra de máquinas e outros equipamentos da empresa, esta é uma opção de médio a longo prazo. Valendo destacar que, após a pessoa pagar todas as prestações, poderá comprar o bem no final do contrato.

Antecipação de recebível – Visando socorrer empresas envolvidas na área do comércio, a antecipação permite que o comerciante que realiza a venda de produtos usando o cartão, possa requisitar o pagamento na sua operadora antes do prazo acordado.

Essa opção é bastante útil, pois ao invés de ter que esperar 30 dias para receber o dinheiro da transação, o comerciante pode requisitar este pagamento em pouco tempo.

Empréstimo – esta opção de crédito é mais indicada pra quem precisa de capital para investir em grandes projetos, como a construção de um novo armazém para a sua empresa por exemplo.

Mas, vale alertar que os juros cobrados aqui são bem altos, principalmente quando o empréstimo é feito em um dos bancos comerciais brasileiros. Por isso, o mais indicado é sempre que possível pedir empréstimo em instituições de financiamento governamentais.

Quais são as Fontes de Financiamento?

No Brasil existem diversas opções de financiamento oferecidas por instituições financeiras e pelo Governo, sendo que algumas dessas instituições são representadas por bancos.

Atualmente os principais fornecedores de crédito para empresas são:

Banco do Brasil – Oferendo uma variedade de opções de crédito que se adequam a várias situações enfrentadas pelo micro e pequeno empreendedor, o Banco do Brasil apresenta taxas que variam de acordo com o prazo e o estabelecimento que pede o financiamento.

Este banco, conta com soluções de crédito que são principalmente para as empresas que desejam investir em inovação, renovar estoques e aumentar as vendas.

Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) – atuando por meio do Fundo de Amparo ao Trabalhador, o MTE apresenta uma modalidade de financiamento chamada Proger, que oferece as pequenas e médias empresas, um crédito limite de R$ 600 mil com um prazo de pagamento de até 96 meses.

Alertando que esta fonte de financiamento conta com Taxa de Juro a Longo Prazo.

Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) – operando concretamente pelo cartão BNDES no financiamento de pequenas e médias empresas, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico Social, oferece as empresas um crédito pré-aprovado de até R$ 1 milhão para a compra de produtos credenciados no portal de operações do seu cartão.

As taxas de juros aplicadas aqui, bem como outros detalhes relacionados ao funcionamento e tipos de crédito oferecidos, podem ser encontradas no portal do cartão BNDES.

Caixa Econômica Federal – trazendo soluções de financiamento focadas principalmente em micro e pequenas empresas que visam expandir os seus negócios, melhorar seu espaço físico ou diversificar seu setor de atuação, a Caixa Econômica Federal conta com linhas de crédito com as seguintes taxas: juros a partir de 0,40742% ao mês, Imposto Sobre Operações de Crédito e Taxa de Abertura de Crédito (TAC) de 1% sobre o valor do contrato.

Agência de Fomento do Amapá – Fornecendo financiamento para a aquisição de máquinas, equipamento e outras atividades, esta agência financia o capital de Giro, Investimento Fixo e Investimento misto (Giro e Fixo) com um valor limite de R$60 mil.



Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.